Site Novo!

agosto 26, 2013

Galera, este site esta descontinuado, portanto acessem o nosso novo

site:

calarq.arquivologiaufes.com.br

 

.


Eleições para o CALARQ 2011-2012

novembro 8, 2011

Estamos em um novo processo de escolha dos representantes do curso de Arquivologia da UFES. Você que tem interesse em participar de uma chapa acompanhe abaixo os prazos da eleição.

 

11/11 até 18/11

 

 

Inscrição de Chapas

 

19/11 até 27/11

 

 

Campanha

 

28/11

 

 

Eleição

 

02/12

 

 

Festa de posse da nova gestão

Para mais informações, dúvidas e inscrições entre em contato com a Comissão Eleitoral.

Elayne Altoé (8º período) 9811-9623. Rafael Alencar (6º período) 9772-0373. Aloisio Vidal (2º período) 9741-9156


Oficina de Paleografia e Diplomática

outubro 17, 2011

Durante o I SEMINÁRIO SOBRE ARQUIVOS SIGILOSOS E REPRESSÃO POLÍTICA a Empresa Junior de Arquivologia (EJARQ) em parceria com nós do CALARQ realizaremos uma oficina/curso de Paleografia e Diplomática voltado para os Arquivos da Ditadura.

A oficina acorrerá no último dia do evento (21/10/11) das 17:00 às 19:00 horas no Auditório Manoel Vereza (CCJE) com a professora Rafaela Machado do Arquivo Público Municipal de Campos dos Goytacazes (APMCG).

Será cobrado o valor de R$ 15,00 por participante para cobrir os gastos com o material utilizado para o curso.

 

Desejamos também um ótimo dia 20 de outubro a todos os arquivistas, pelo nosso dia, e que possamos aproveitar toda a semana.

Clique Aqui para mais informações sobre o I SEMINÁRIO SOBRE ARQUIVOS SIGILOSOS E REPRESSÃO POLÍTICA na UFES.

Clique Aqui para ir ao site da Empresa Junior de Arquivologia da UFES.

Clique Aqui para confirmar presença do evento no Facebook.


Semana Calórica 2011/2

agosto 2, 2011

Desejamos as boas vindas as tod@s calour@s do semestre 2011/2 e para isso fizemos uma programação especial para a recepção dos novos estudantes de Arquivologia da UFES. Segue abaixo:

Terça-feira – 02/08

18:00 até 22:00 horas: Apresentação das entidades.
Colegiado do Curso de Arquivologia (COLARQ);
Centro Acadêmico Livre de Arquivologia (CALARQ);
Diretório Central dos Estudantes da UFES (DCE);
Empresa Junior de Arquivologia (EJARQ);
Associação dos Arquivistas do Estado do Espírito Santo (AARQES);
Executiva Nacional dos Estudantes de Arquivologia (ENEA).

Quarta-feira – 03/08

16:00 até 18:00 horas: Tour de apresentação dos espaços do Campus da UFES de Goiabeiras. (Saída do tour na sala 109).

19:00 até 22:00 horas: Recepção Institucional do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE) no Auditório Manoel Vereza. Clique Aqui para mais informações desta atividade específica.

Quinta-feira – 04/08

18:00 até 22:00 horas: Palestra “Arquivologia: Ciência e perspectivas” na sala 109.

Sexta-feira – 05/08

15:00 horas: Churrasco de Corredor para a integração entre Calouros e Veteranos. (Corredor do prédio ED1)

OBS: Carne, pão, pinga e refrigerante free e Cerveja a 2,50 reais.


Está chegando o XV ENEARQ

julho 3, 2011

Depois de tanta espera, finalmente chegou a hora de irmos para à Paraíba participar do XV Encontro Nacional dos Estudantes de Arquivologia do Brasil (ENEARQ).

As incrições para o nosso ônibus já acabaram e já foi encaminhada a lista final com os nomes para Prefeitura Universitária da UFES. Segue abaixo os nomes das pessoas confirmadas:

Lembrando que são 36 horas de viagem que levaremos até a Paraíba. Nossa saída ficou marcada da seguinte forma:

Local: Teatro Universitário.
Dia: 15 de julho (sexta-feira).
Horário: 22:00 horas.

Alexandre Barreto da Cruz
Alexandre Ferreira
Aline Amaral Pinheiro
Anna Luiza Gonçalves Xavier
Camila Silva Barbosa
Carla Tamyres Vieira dos Santos
Carline Sampaio
Cíntia Carla Vieira dos Santos Pereira
Clarine Pola Vieira
Conrado Fernandes Barros
Danubia de Oliveira Florindo
Diego Ribeiro Gomes
Elayne Ortlan Altoé
Estela Quirino do Rosário
Fabrício Lima Mouro
Gabriella Camisasca Cardoso
Gustavo de Biase Nunes da Rocha
Henrique Passini de Castro
Joyce Braga Lima
Joycilene Domingos de Souza
Karolina Dias da Cunha
Leandra Nascimento Fonseca
Leila Maria da Costa de Souza
Letícia dos Santos Chaves
Ludmilla Fernanda Ginelli Santos
Maiana Knupp de Paula
Marcello França Furtado
Maria Beraldi Passini
Mowelcy Alonso Pires
Paula Gava Ferreira Bastos
Rafael Alencar Matos Gomes
Rafael Oliveira Ribeiro
Rayane Rodrigues Garcia
Rômulo Silva da Cunha
Sâmela Meireles de Freitas
Shirley Conceição Vita
Sophia Rosa Benedito
Stela Lichtenheld Craus
Sthefany Duhz Cavaca
Suelen Endlich Reis
Taiguara Villela Adalbalde
Vanessa Pomalis Klein

Para os estudantes que ainda não fizeram o pagamento e a inscrição no XV ENEARQ, CLIQUE AQUI para mais informações.

Está chegando… Espírito Santo, UFES e Arquivologia… na Paraíba… Para ser inesquecível.



Nota de Falecimento – Lynda Sued

junho 11, 2011

Vitória, 11 de julho de 2011

NOTA DE FALECIMENTO

É com extremo pesar que o Centro Acadêmico Livre de Arquivologia comunica o falecimento da estudante, Lynda Sued da Silva Barbosa, recém formada no curso de Arquivologia da Universidade Federal do Espírito Santo.

Lynda conviveu diariamente com os colegas na Universidade, esteve sempre alegre em nosso meio, uma pessoa que podíamos contar em todos os momentos e que esteve sempre presente em nosso CALARQ e sem duvida fará falta em nossos corações, mas deixará boas lembranças.

Repudiamos a forma com que se tem sido tratado os acidentes ocorridos em frente à UFES. Esse foi apenas um caso de muitos outros que ocorreram com estudantes da Universidade no mesmo local. Indignamos-nos também pela ação tomada pela policia com o motorista que tirou a vida de nossa colega.

Lamentamos o ocorrido e oferecemos aos familiares nossas condolências, bem como nossos mais estimados préstimos.

Diretoria CALARQ
Gestão 2010/2011
Quem vem com tudo, não cansa!


Nomes confirmados para o XV ENEARQ

junho 7, 2011

A quase um mês do XV Encontro Nacional dos Estudantes de Arquivologia do Brasil (ENEARQ) finalmente conseguimos à confirmação de um ônibus, com 45 vagas, cedido pela UFES para levar os estudantes até o evento.

Até o momento já temos 39 inscritos junto ao CALARQ para as vagas no ônibus. Segue abaixo a lista:

Alexandre Barreto da Cruz
Alexandre Fereira
Aline Amaral Pinheiro
Aloísio Luis Vidal Marques
Anna Luiza Gonçalves Xavier
Cíntia Carla Vieira
Clarine Póla Vieira
Danubia Florindo
Diego Ribeiro
Elayne Ortlan Altoé
Erick de Almeida Juvenato
Estela Quirino do Rosário
Fábio Cirino Pereira
Gabriella Camisasca Cardoso
Gustavo de Biase Nunes da Rocha
Henrique Passini de Castro
Joyce Braga Lima
Joycilene Domingos
Karolina Dias da Cunha
Leila Maria da Costa de Souza
Letícia dos Santos Chaves
Ludmilla Ginelli dos Santos
Maiana Knupp de Paula
Marcello França Furtado
Maria Beraldi Passini
Paula Gava Ferreira Bastos
Rafael Alencar Matos Gomes
Rayane Rodrigues Garcia
Roberta Corrêa da Silva
Rômulo Silva da Cunha
Sâmela  Meireles de Freitas
Shirley Conceição Vita
Sólon Santos Rocha
Stela Lichtenheld Craus
Sthefany Duhz Cavaca
Suelen Endlich Reis
Taiguara Villela Adalbalde
Tiago Braga da Silva
Vanessa Klein Pomales

Para as pessoas que já realizaram a reserva de vaga no ônibus e ainda não fizeram a inscrição no evento. Clique Aqui para realizar sua inscrição.

E para os que desejam ir para o XV ENEARQ na Paraíba ainda da tempo, o ônibus tem 6 vagas. Clique Aqui para saber como faz para participar.


Apoio dos CAs do CCJE a Arquivologia

abril 8, 2011

Carta de apoio dos Centros Acadêmicos do CCJE aos estudantes do curso de Arquivologia

 

Nós, entidades representativas dos cursos de Administração, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Direito, Economia, Gemologia e Serviço Social do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas, declaramos nosso apoio aos estudantes do curso de Arquivologia e ao Centro Acadêmico Livre de Arquivologia (CALARQ) na luta por um departamento e por um curso que traduzam a autonomia de sua ciência em relação a outras áreas do conhecimento.

 

Hoje, o então “Departamento de Arquivologia” está com os dias contados haja vista que a última reunião do departamento optou pela mudança de nome para “Departamento de Ciência e Tecnologia da Informação”. O que a princípio parece apenas uma alteração de nome, na verdade, para o corpo estudantil da Arquivologia, representa uma perda significativa para o curso, pois – ainda que o nome do curso não seja modificado – tende a voltar a pesquisa e extensão, e mesmo o caráter do curso à outras vertentes.

 

Neste sentido, os demais Centros Acadêmicos do CCJE da Universidade Federal Espírito Santo vem a público manifestar seu apoio aos discentes de Arquivologia e ao CALARQ na defesa de um curso livre e de qualidade.

 

À luta companheirxs!

 

Vitória 06 de abril de 2011.

 

Assinam:

 

Centro Acadêmico Livre de Administração – CALAD

Centro Acadêmico Livre de Biblioteconomia – CALBI

Centro Acadêmico Livre de Ciências Contábeis – CALCIC

Centro Acadêmico Roberto Lyra Filho (Direito) – CARLF

Centro Acadêmico Livre de Economia – CALECO

Centro Acadêmico de Gemologia – CAGEM

Centro Acadêmico Livre de Serviço Social – CALSS


Carta de apoio da ENEA a favor do Departamento de Arquivologia

abril 2, 2011

A Executiva Nacional dos Estudantes de Arquivologia – ENEA se declara favorável à manutenção do nome “Departamento de Arquivologia – DEPARQ” do curso de Arquivologia da Universidade Federal do Espírito Santo – UFES. A partir do momento em que entende que o novo nome “Ciência e Tecnologia da Informação”, já aprovado pelo corpo docente do curso, não irá corresponder às especificidades da área arquivística e será um retrocesso, visto que um departamento próprio para a Arquivologia tem um maior peso de representatividade para a nossa profissão.
A conquista do nome “Departamento de Arquivologia” é um mérito Nacional e nós enquanto arquivistas, devemos zelar por ele e incentivar mais conquistas como esta e não nos abdicarmos da nossa identidade, que só vem se fortalecendo nos últimos anos em todo o Brasil.
As associações, entidades de representações estudantis, as demais escolas de Arquivologia do Brasil estão se esforçando para que a área seja reconhecida, devido ao importante papel que cumpre para a sociedade. Os eventos arquivísticos têm alcançado níveis cada vez melhores, os profissionais que estão entrando no mercado se sentem orgulhosos em exercerem a profissão e os alunos se sentem motivados a realizar pesquisas voltadas para a Arquivologia. Esse é o panorama da Arquivologia atualmente. Por isso não julgamos que seja a melhor decisão mudar o nome do Departamento para algo que não é próprio da nossa área.
As Tecnologias da Informação e Comunicação são ferramentas importantes para o desempenho das funções do profissional de arquivo, mas não são o Objeto de estudo da Arquivologia propriamente dito, e o Departamento da UFES deve atentar para estas questões ao tomar decisões que possam comprometer o foco da Arquivologia que está na Informação e não nas ferramentas usadas para otimizar as Informações.
Com um Departamento exclusivo para a Arquivologia, o curso de Arquivologia não precisará ceder o seu corpo Docente para outros Colegiados e teremos a garantia de que as pesquisas serão voltadas para a nossa área, buscando melhorar a formação acadêmica dos futuros arqivistas.
Por estes motivos, a ENEA, representação máxima dos Estudantes vem a se pronunciar de forma a garantir o nome “Departamento de Arquivologia na UFES”.

 

Executiva Nacional dos Estudantes de Arquivologia

http://enea-brasil.blogspot.com/


Manifesto da AARQES sobre Departamento de Arquivologia

março 31, 2011

OFÍCIO AARQES Nº 022/2011

REF: MANIFESTO A FAVOR DO NOME DEPARTAMENTO DE ARQUIVOLOGIA

Prezado (as):

Bom dia,


Tenho acompanhado nos últimos dias as informações sobre a reunião de professores que culminará na mudança do nome do Departamento de Arquivologia da UFES para outro nome ainda a ser escolhido, porém que apagará de vez a nomenclatura “Arquivologia” do nosso Departamento. Já escrevi para os grupos, alguns e-mails sobre o assunto, sei que não temos direito a voto, mas através deste documento oficializo a posição da Associação dos Arquivistas do Estado do ES. Nosso voto é “NÃO”. Por que? Por vários motivos:

1.      Não vi nenhum fundamento sobre a real necessidade de mudança. Se o problema for o não recebimento de verbas da CAPES, estamos fortalecidos hoje a nível nacional em diversas universidades, motivo suficiente para inclusão do nosso nome nessa tabela. O que está faltando de nossa parte é luta para que essa mudança venha a se efetivar. O mesmo acontece com o futuro mestrado de ciências da informação e por que não mestrado de arquivologia? Somos multidisciplinares também para abarcar esse mestrado.

2.      Muitos alegam que a mudança do nome do Departamento de Arquivologia não influenciará no Curso de Arquivologia. Ora, pois, havendo a mudança do nome, fatalmente haverá criação de outros cursos nesse novo departamento e consequentemente seremos enfraquecidos pelo quantitativo. Ou brigamos pela qualidade ou cairemos no ostracismo.

3.      Sabemos que a arquivologia como qualquer outra ciência deve ser multidisciplinar, agregar novos valores e tecnologias, mas pelo que percebemos o que irá acontecer vai ser ao contrário, ao invés de crescermos seremos absorvidos pelas ciências da informação, pela tecnologia da informação e outras…. queremos compartilhar e não mudar o nosso nome.

4.      Recebo e-mails do país inteiro todas as semanas e o Espírito Santo já é uma grande referência na arquivologia a nível nacional e até da América latina. Em virtude dessa referência, nunca a arquivologia esteve tão forte em nosso estado e hoje esse reconhecimento tem trazido inúmeras propostas de estágios e empregos em todas as áreas de arquivo.

5.      Muitos departamentos das diversas Universidades do país que possuem o curso de arquivologia sofrem por estarem subordinadas a departamentos com nomes voltados para outras áreas e não só os nomes, os interesses também.

6.      Quando me formei no curso de arquivologia na UFES há 3 anos atrás, eu e muitos colegas fomos alvo de gozações e até indiferença em relação ao nome arquivologia, porém em momento algum abaixamos a cabeça e essas mesmas pessoas hoje reconhecem que o nosso curso só não trabalha quem não quer, pois a quantidade de empregos, estágios e concursos públicos nunca estiveram tão em alta.

7.      Hoje vejo alunos batendo no peito e dizendo tenho orgulho de ser arquivista, pois antigamente isso ainda era uma dúvida. Talvez seja mais fácil percorrer o caminho que já está escrito, mas peço a todos que pensem bem antes de votar, pois poderemos escrever um novo caminho e hoje ele se chama “arquivologia”.

Atenciosamente,

MARCOS PRADO RABELO

Associação dos Arquivistas do Estado do Espírito Santo

CNPJ: 07.786.595-0001/00

http://www.aarqes.org.br/